musicas.mus.br

Letras de músicas - letra de música - letra da música - letras e cifras - letras traduzidas - letra traduzida - lyrics - paroles - lyric - canciones - UMA POTRANCA SARADA - ARNALDO PAES LEME - música e letra

Utilize o abecedário abaixo para abrir as páginas de letras dos artistas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

Uma Potranca Sarada letra


É nas baladas, é no suingue
e nos rodeios, onde tem mulher,
eu tô no meio.
É nas baladas, é no suingue,
e nos rodeios, onde tem mulher,
eu chego o relho. (reio)

eu gosto de mulher bonita,
desimpedida, destemida e turbinada,
eu gosto de mulher segura, que faz qualquer loucura,
dessas que não tem frescura,
que topam qualquer parada.
Eu gosto de mulher atraente com veneno de serpente,
dessas que faz o homem gemer de madrugada,
para um peão que gosta de emoção,
o remédio para espantar a solidão,
é acordar nos braços de uma potranca sarada.

Quem cair na rede hoje eu traço,
comigo não tem embaraço,
já domei duas ou três
para o peão que gosta de emoção,
para o trem ficar bem bão, é depois do cinco ou seis.

Hoje eu tô afim de um amasso,
vou aprontar tal arregaço,
vou fazer judiação
hoje eu vou cair na bebedeira,
vou fazer zoeira,
vai sair fogo do chão.

Hoje tristeza aqui não me espanta,
vou tomar todas que vier,
vou encher o meu carango
de potranca, vou acender uma vela pra santa,
e seja lá o que Deus quiser.

É nas baladas, é no suingue
e nos rodeios, onde tem mulher,
eu tô no meio.
É nas baladas, é no suingue,
e nos rodeios, onde tem mulher,
eu chego o relho. (reio)

Arnaldo Paes Leme - Letras

©2003 - 2018 - musicas.mus.br